domingo, 7 de janeiro de 2018

Uma solteirona andrófila

Como hodiernamente, foram autorizadas as visitas
 íntimas aos prisioneiros para evitar a sodomia entre
 os detidos.
Uma senhora solteira, quarentona, ninfomaníaca vai à 
cadeia, onde não tinha nenhum familiar nem o namorado
 nem o companheiro sexual e diz para o guarda prisional:
- Vim para uma visita íntima.
- Qual o nome do detido ?

- Qualquer um ... sou voluntária!...

casal octagenário

Vai um casal a passar por uma fonte e lago chamado dos
 desejos.
O homem atira uma moeda lá para baixo e pede um desejo.
A mulher atira outra moeda lá para baixo, mas debruça-se
 demais, perde o equilíbrio e cai lá abaixo.
Diz o homem:

- Ena, e não é que resulta mesmo?

Secretárias indiscretas

As secretárias de alguns médicos devem pensar que são doutoras.
Isto, porque perguntam, quase sempre, quando se chega a uma
 consulta, a razão da visita. E o paciente, por delicadeza, tem que
 responder, diante de todos, às perguntas que lhe fazem, o que
 se torna muito desagradável.
Não há nada pior que uma recepcionista perguntar o motivo da
 consulta, diante de uma sala de espera cheia de pacientes.
Uma vez entrei para uma consulta, aproximei-me da recepcionista,
 com um ar de pouco simpática.
- Boa tarde, Menina!
Ao que a recepcionista respondeu:
- Boa tarde, quais são as suas queixas? Porque veio à consulta?
- Tenho um problema com o meu pénis, respondi.
Como alguns dos presentes riram, a recepcionista alterou-se e
disse-me:
- O senhor não deveria dizer coisas como estas diante das pessoas.
- Porque não? ... a menina perguntou-me a razão da consulta e
eu respondi.
A recepcionista disse-me, então:
- Poderia ter sido mais dissimulado e dizer, por exemplo, que teria
 uma irritação no ouvido e discutir o real problema com o Doutor,
 já dentro do gabinete médico.
Ao que eu respondi:
- E a senhora não deveria fazer perguntas diante de estranhos, se a
 resposta pode incomodar.
Então sorri, saí e voltei a entrar:
- Boa tarde, menina!
A recepcionista sorriu, meio sem jeito, e perguntou:
- Sim?
- Tenho um problema com o meu ouvido.
A recepcionista gostou e sorriu, vendo que havia seguido o seu
 conselho e voltou a perguntar-me:
- E... o que acontece com o seu ouvido?
- Arde-me quando eu mijo...

As risadas na sala de espera foram incontroláveis...

sábado, 9 de dezembro de 2017

Taxista e a peixeira

Durante um passeio pela cidade de Lisboa, uma senhora que
 vendia peixe na Praça da Ribeira, ia com  o seu filho
de 12 anos  de idade para casa. Como estava a chover apanharam 
 um táxi.
Dado que chuva era intensa, as  prostitutas, rameiras, meretrizes ou
 mulheres de meia-porta daquela área  abrigavam-se
 sob toldos e marquises dos comercios e  dos prédios.
- Mãe, disse o menino:
-O que todas essas senhoras estão a fazer aqui na rua?
- Elas estão esperar os seus maridos, que  saíam do trabalho.
O taxista  vira-se para trás e diz:
-Pelo amor de Deus, senhora, por que você não fala a verdade
 para o seu filho?
Elas são prostitutas. Elas fazem sexo com homens por  dinheiro
Os olhos do menino  arregalam-se e ele pergunta:
- É verdade, mãe?
 A mãe, olhando fulminantemente para o taxista, balança a cabeça
 afirmando a resposta.
Depois de alguns minutos, o garoto pergunta:
- Mãe, se  elas dão umas quecas, podem engravidar  e terem  filhos!
"Bem, os  filhos delas,  geralmente acabam por ser  táxistas!...
Nota:
Não  te metas com mulheres  no  que respeita ao foro sexual e em
 especial com peixeiras, podes ter  surpresas com onomásticos pouco
agradáveis!...




Bebidas abordo de um avião

Um muçulmano durante o período do Ramadão senta-se junto
 a um transmontano no voo Lisboa - Funchal.
Quando o avião já vai estabilizado  uma hospedeira começa
 a servir as bebidas aos passageiros.
O Transmontano de nome  Leafar pede de preferência um copo
de vinho  de Mateus Rosé, por ser um dos melhores vinhos da
 sua região.
A hospedeira depois de servir o vinho ao transmontano pergunta
ao muçulmano se quer beber alguma alcoólica.
Responde este com ar quase ofendido:
Prefiro ser raptado e violado selvaticamente por uma dezena de
 mulheres  nuas do que uma gota de álcool toque os meus lábios.
O transmontano  quase que se engasgou,ao ouvir aquela resposta.
 devolve rapidamente o copo de Tinto à hospedeira e diz:
- Eu também prefiro isso. Mas não sabia é que se podia escolher!.

O que é o sexo afinal?

Segundo os médicos
é uma doença, porque acaba sempre na cama.
Segundo os advogados
é uma injustiça, porque há sempre um que fica por baixo.
Segundo os alentejanos
é uma máquina perfeita, porque é a única em que se trabalha
 deitado.
Segundo os arquitectos
é um erro de projecto, porque a área de lazer fica muito 
próxima da área de saneamento.
Segundo os políticos
é um acto de democracia perfeito, porque todos gozam
independentemente da posição.
Segundo os economistas
é um efeito perverso, porque entra mais do que sai. Às vezes, 
nem se sabe bem o que é activo, passivo, ou se há valor 
acrescentado.

Dois alentejanos zangados

Dois alentejanos,  estavam zangados há muito tempo, quando
passam um pelo outro num caminho, o que  leva um bovino à frente.
Diz o outro:
 Antão, vais passear o boi?
O outro, muito admirado:
- Antão essa  agora, compadre! A gente não se fala há tanto tempo,
 e vem agora  com conversas! Além do mais enganou-se isto
não é um boi, é uma vaca.
Resposta do primeiro:
- Ê cá não falei consigo. falei com a vaca.