domingo, 5 de dezembro de 2010

Os sabonetes esquecidos

Dois padres foram tomar banho, mas esqueceram do sabonete um
dos padres disse:
- Vou buscar dois ao meu quarto, que fica mais perto a meio
do corredor.
Como eles estavam com pressa para irem celebrar a missa, foi
buscar os sabonetes completamente nu. Quando vinha do quarto
trazia um sabonete em cada mão, e deu de caras com três
freiras que estavam indo para a missa, as freiras foram pelos
aposentos dos padres, pensaram que eles já estavam na igreja.
Quando as viu, sem saber o que fazer fingiu de estátua.
As freiras olharam e comentaram entre si:
- Nossa, que estátua linda, perfeita - foi quando uma delas
ao olhar o falo do padre, resolveu dar um puxão.
Ao sentir a dor, um sabonete escorregou da sua mão. As freiras
espantadas falaram:
- Não é estátua, mas sim uma máquina de sabonete.
A segunda freira deu um novo puxão e caiu outro sabonete…
- Nossa, que maravilha! Exclamaram com felicidade.
A terceira freira, não querendo ficar para trás, puxou o
também o falo do padre mas nada, puxou nada, puxou nada,
puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou,
puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou, puxou e
disse:
-Boa! A mim deu shampoo!...
o

1 comentário:

  1. Olá Rafael!
    Tu só atacas uma vez por mês, mas quando lhe dás é a doer!

    ResponderEliminar